24/02/2020

Tabela Fipe: Saiba como valorizar seu seminovo para revenda

Seja você novo condutor, ou alguém que já está por dentro do mercado automotivo há um certo tempo, com certeza, já ouviu falar da Tabela FIPE, ou a utilizou para algum fim. Apesar de não se tratar de uma obrigatoriedade, é um dos principais parâmetros para compra e venda de carros seminovos no país.

Se você pretende comprar um carro seminovo ou vendê-lo, é fundamental entender como funciona a Tabela FIPE. Quer mais? Saiba também como valorizar seu veículo na hora da venda. Confira!

Mas afinal, o que é a Tabela FIPE?

Desenvolvida, ainda no ano de 1973, pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) é uma organização sem fins lucrativos focada na pesquisa e no desenvolvimento dos indicadores econômicos e financeiros do país.

Nesse contexto, desde sua criação determina o que ficou conhecido no mercado automotivo como Tabela FIPE. Muito utilizada por revendedores de veículos, trata-se de um indicador que define o valor de mercado médio para cada modelo de veículo comercializado no país. O cálculo leva em consideração uma coleta de preços de carros, motos e caminhões usados, seminovos e novos no mercado nacional.

Por isso, leva em conta fatores como versão do veículo, ano de fabricação, motorização e, portanto, seus principais recursos. Por isso, o próprio Instituto salienta que o indicador serve apenas como um parâmetro para negociações ou avaliações, já que questões como estado de conservação, quilometragem, dentre outros fatores, não entram na hora de definir o valor do carro na tabela.

Como o valor é Definido?

O cálculo é uma média dos preços de um veículo no mercado brasileiro. Portanto, levando em consideração por qual valor o veículo é ofertado aos consumidores em diferentes locais de uma mesma região. Por isso, também, o cálculo da média é realizado para cada marca, modelo, ano e versão.

Catalogados a partir de 1985 até os últimos lançamentos, você pode saber quais os preços médios de revenda de qualquer tipo de carro no mercado brasileiro consultando a Tabela FIPE. Além disso, o valor na tabela é, também, utilizado em cálculos de seguro e como base em negociações.

Algumas Dicas para Valorizar seu Seminovo na Revenda

Na hora da revenda, há uma série de fatores para os quais é extremamente importante que você esteja atento. Além do valor segundo a FIPE, para o mercado de seminovos a quilometragem e o estado de conservação são fatores extremamente importantes.

Vai revender? A dica é: deixe o carro impecavel!

Ter a chave reserva e principal em perfeito estado de funcionamento, manual, tapetes e demais peças originais são fatores que podem elevar consideravelmente o valor do seu seminovo.

É claro que outros fatores, como estado de conservação dos estofados, da pintura e da lataria do veículo são igualmente essenciais. Ao ver o peso que cada um destes detalhes gera no preço final de avaliação do seu seminovo, é fácil perceber que vale a pena não deixar de lado estas questões.

Se você quer trocar por um carro novo o seu carro pode valer muito mais em negociações com uma concessionária. Isso porque, na necessidade de qualquer reparo, você terá à sua disposição uma equipe altamente qualificada e poderá trocar seu seminovo por um zero km sem dores de cabeça.

Já pensou nessa possibilidade? Converse com um de nossos consultores e veja como seu seminovo pode valer muito mais na Forauto!